GUJ Discussões   :   últimos tópicos   |   categorias   |   GUJ Respostas

Como Programar um Jogo?


#1

Depois de criar o GDD (Game Design Document) e aprender uma linguagem (Java SE) e estudar uma API (Java 2D). Qual o próximo passo na sua opinião para começar a programar um jogo 2D simples? Algum livro específico de referência? Algum site? Referências de programadores de jogos? Participar de algum projeto de jogo livre (GNU GPL)? Programar, testar, debugar?

Qual o próximo passo?


#2

Estou pensando em fazer um jogo também, para android.

Acho que primeiro você tem que definir bem o que é o seu jogo, os escopos, funcionalidades etc, estudar o que você vai precisar para executar suas ideias como APIs e algoritmos, definir a arquitetura e botar a mão na massa.

Pelo menos isso para um projeto de um jogo pequeno/medio.


#3

Falando em Java e Desenvolvimento de Jogos... JMonkey:

http://www.jmonkeyengine.com/


#4

Algum site?
http://www.pontov.com.br

O primeiro passo é mesmo o game design. Conhecer seu público, definir o que seu jogo vai ser e o que não vai.

Que passos você deve tomar, que linguagem usar, vai depender de público, plataforma alvo, requisitos de portabilidade, etc. Nesse aspecto, um jogo não é muito diferente de um software comercial qualquer.


#5

E falando em desenvolvimento de jogos no geral, não dá para esquecer dessa aqui também: http://unity3d.com/


#6

Quer dizer que não tem um método passo a passo para um iniciante começar a programar um jogo (simples mesmo, 2D e tal) em Java?


#7

Você chegou a ver os tutoriais de Java2D do Ponto V?
Escolhendo onde desenhar
Conhecendo o JFrame
Uma visão rápida sobre o Java 2D
Pintando no java 2D
O fantasma do Pacman (aqui tem um exemplo funcional)
Trabalhando com imagens
O loop de animação
A primeira animação
Desenho direto - Active Rendering

Você também pode ver esses aqui (os dois usam java 4):
http://www.cokeandcode.com/node/6

Killer Game Programming in Java:
http://fivedots.coe.psu.ac.th/~ad/jg/


#8

Ainda não se acham bons tutoriais de JMonkeyEngine...

Comecei a mecher com ele, e fiz alguns desenhos em Blender 3D, mas não consegui utilizá-los na aplicação...
Fica a sugestão ae pro Viny, quando tiver tempo é claro, dar umas aulinhas lá no PontoV! rs

Vlws


#9

Pensamos nele, mas a demanda por tutoriais da Unity3D é muito maior.


#10

Legal... Já tinha ouvido falar, mas nunca despertou curiosidade...
Você pode exportar imagens do Blender 3D para desenvolver com ele?


#11

Ah, desculpe, postei sem googlar.. rs

Na realidade o Unity3D é mais um game maker mesmo.. Você faz tudo por ele, não há necessidade de criar o gráfico pelo Blender...
Mas gostei bastante do Ogre 3D... Com tantos caminhos, o difícil é escolher qual seguir...


#12

Pode sim, foi inclusive foi sobre isso a palestra do mcunha98 (Billy Oposto) no warmup de ontem da Global Game Jam aqui de Curitiba.

O mais comum é usar modelos externos para a Unity mesmo. Os editores dela são práticos e quebram um galho, mas não se comparam a uma ferramenta externa.


#13

Agora que vi, o Bruno já inclusive postou um resumo do que foi o evento ontem:
http://www.ggjcwb.com/2011/01/aquecimento/#more-267


#14

Valeu Vini!

Concordo que a JMonkeyEngine ainda é muito obscura. Lançaram somente o primeiro capítulo de uma série de uma suposta documentação sequencial para o JME. Mas faz tempo que só tem esse 1. Aqui tem um link:

http://encuentrosjava.uji.es/TercerosEncuentros/materiales/IntroduccionJMonkey.pdf


#15

A melhor documentação para aprender a JMonkeyEngine é da versão 2 ainda.

http://jmonkeyengine.org/wiki/doku.php/jme2

Realmente eles estão atrasados com esses docs, é um projeto open-soruce, talvez alguma alma caridosa possa fazer uma boa documentação pra eles.


#16

Considere também a falta de tempo que desmotiva e muito afinal comecei um jogo da velha, mas a minha faculdade me F%*#@ e eu acabei brochando a iniciativa de criar o game :frowning:


#17

O esquema é começar com alguma idéia, saber onde quer chegar no final, criar algo simples e ir adicionando funcionalidades com o tempo.

É dificil para programadores indie arranjarem tempo para fazer o que querem. O esquema é ir aos poucos.


#18