GUJ Discussões   :   últimos tópicos   |   categorias   |   GUJ Respostas

Direito as Férias, até que ponto a empresa tem direito a escolher por nós?


#1

Boa noite galera,

Não sei se já existe algum tópico sobre este assunto, mas hoje eu tou puto.

Ainda não usufrui das férias deste ano à pedido do cliente para o qual trabalho, alegando que o projecto está numa etapa importante para a empresa. Eu me dispus a ser flexível de modo a que tire as férias em 2012, ao invés de 1 mês, tiraria 2 meses.

Então pedi alguns dias para o início do próximo ano: "Nem pensar, no máximo vc pode tirar um ou dois dias, se quiser tirar as férias de 2011, tiras em Março!! E não vão ser seguidas!! E quanto às férias de 2012, deverá ser bem distribuído durante o ano, sendo que não será possível tirar nem no mês de Junho e nem em Dezembro."

A minha questão é: Até que ponto uma empresa tem o direito de nos dizer quando é que temos que tirar as férias? Eu tou puto porque uma empresa pode muito bemcontrolar a vida profissional dos seus trabalhadores, afinal pagam para isso. Mas querer nos limitar ao máximo as férias que uma pessoa tem o DIREITO de usufruir EM QUALQUER época do ano, E COMO bem entender???? Acho isso cretinisse!

Isso também acontece com vocês????


#2

Se vc tiver férias vencidas você já pode ferrar com eles. mas tudo bem.
Se vc tiver duas férias vencidas você pode simplesmente sair de férias e ainda ferrar com eles e tirar uma mega nota boa.

Férias é direito teu mano.


#3

Férias é direito do empregado.

A empresa não pode definir que suas férias não serão com dias consecutivos.
Se a empresa não respeitar isso então se poderá entrar com um processo.

http://www.sindiconet.com.br/7634/Informese/CLT/Ferias-CLT

Empresa que não respeita o funcionário não
merece ser respeitada.
Isso é só a minha opinião pessoal.


#4

Posso estar errado, mas ate onde eu sei depois que suas ferias vencem, a empresa tem 1 ano para te dar as ferias, por exemplo, as minhas venceram em junho deste ano, logo, a empresa tem ate junho de 2012 para me dar as ferias, se isso nao acontecer a empresa deve me pagar em dobro e eu ainda tiro as ferias. No seu caso, voce pode ate negociar com a empresa quando quer as ferias, mas voce nao pode obrigar a empresa a te dar ferias quando voce quiser.


#5

mais um post fake! - ta feia a coisa!


#6

Não ta parecendo não.

Como o pessoal disse ai, as ferias são um total direito seu. Se eles não derem de jeito maneira, pega em dinheiro.


#7

Até onde sei o que não pode é vencer a segunda férias.

Conheço muitas empresas que só liberam as férias com um ano e onze meses, quando não tem mais jeito....

Pelo jeito que o Forreta escreveu ele não me parece brasileiro, tem que ver a legislaçào do país onde ele está...


#8

Art. 136 - A época da concessão das férias será a que melhor consulte os interesses do empregador.

É o que diz lá. Paciencia...


#9

Correto. Só que a CLT diz também que as férias podem ser parceladas em até duas vezes, sendo que nenhuma delas pode ser inferior a dez dias. Ou seja, esse papinho de tirar dois dias aqui, três no mês que vem, ... também está errado.


#10

nossa 2/3 dias é ferias? cômico isso..

Isso são superiores totalmente despreparados.. não enxergam que férias é um investimento para o funcionário. Não somos robôs e precisamos descansar. Quanto mais estresse, menos qualidade. Isso quando o funcionário cai fora da empresa. Eles veem somente o agora e não pensam a medio/longo prazo.. Voce está sendo prejudicado, mas quem mais são prejudicados são eles

Férias é seu direito! Vá atrás dele!


#11

Exatamente o que disse o colega mais acima: quem define o período das tuas férias é o empregador, que pode dividir em dois períodos, desde que não inferiores a 10 dias.
Podes "vender" 10 dias das tuas férias no máximo, e o empregador pode negar-se a comprá-las, EXCETO se você avisou que quer o abono pecuniário no início do seu período aquisitivo (quando você adquire direito a férias - 1 ano), e não do concessivo (período em que você pode tirar férias - 1 ano após teu período aquisitivo).
Abraço!


#12

só se ele não assinou nenhum documento referente às férias ou provar que foi trabalhar.


#13

e você ja viu algum tipinho desses se preocupar com qualidade? eu só vi se preocuparem com prazo, qualidade é um mero detalhe normalmente nem mensionado no contrato, portanto não tem importância... :twisted:


#14

Você é trouxa mesmo. Até parece que a empresa dará 2 meses de férias! Tenho mais de meia década no mercado de trabalho, já passei por consultoria, acessorias, agência de publicidade, empresa de logística, e posso te dizer com certeza: antes de chegar nas suas férias, a empresa vai te demitir para não te dar férias.

Já vi isso acontecer antes. Não espere tal coisa (2 meses de férias) de uma empresa, pois eles não vão te dar. É mais provável te demitirem antes, exatamente quando acabar o projeto, que provavelmente acabará antes de chegar nas tuas férias pois vc será precionado para isso.


#15

cara, você levou bolo então, pois se a empresa te demite com férias vencidas as férias precisam ser pagas ...


#16

No periodo de suas ferias trabalhada tenha meios e formas de comprovar que voce estava trabalhando, para poder comprovar caso futuramente seja necessario lembrando que neste caso so se aplica se voce for CLT.

Ja tirei 120 dias de ferias porem em nenhum momento fiquei sem ferias ou ferias vencidas.


#17

120 dias de férias??? :shock:


#18

O unico ponto ruim e que so os 30 dias fui remunerado.


#19

Quero trabalhar na sua empresa! :lol:


#20

Concordo em absoluto, nao é correto a empresa fazer isso. Ao autor do tópico, suas ferias sao direitos adquiridos, e nao um favor da empresa. Não há negociação para essa situação, quando o funcionário tem ferias vencidas. Tem que tirar e pronto. Particularmente, eu trataria diretamente com o departamento pessoal da empresa e denunciaria o caso ao sindicato da região.

Em uma empresa que trabalhei eu acumulei quase 300 horas de banco de horas e a empresa me enrolava, eu fui ao DP e disse que se nao tirasse as folgas iria ao sindicato. No outro dia a empresa me propos uma escala de folgas, e eu fiquei seis meses trabalhando apenas tres dias por semana (as terças, quartas e quintas, segunda e sexta folgava)...foi bom demais :lol: . Mas enfim, apenas pra mostrar que direito é direito e ponto final. Como disseram alguns colegas aqui, empresa que nao respeita os funcionarios e as leis trabalhistas nao merece ser respeitada.