GUJ Discussões   :   últimos tópicos   |   categorias   |   GUJ Respostas

Criando sistema do zero- Começar pela codificação da regra de negócio ou pela interfaca( Swing)


#81

Olá

Quais seriam estas tecnologia de front end java que vc se refere?


#82

Obrigada Matheus, vou iniciar já meu aprendizado em EE acho que vale a pena, outros users aqui do fórum ja me indicaram isso.
Você poderia me indicar um roteiro por onde começar e qual caminho seguir no Java EE? Pois me parece meio complexo e aprendo melhor por etapas.

Valeu!


#83

@lyah Aqui uma lista de material


#84

Pessoal, agradeço a todos que contribuíram, por estar aprendendo sozinha e não ter contato com outros programadores, estava indo por um caminho bem diferente do que era adequado, usando uma tecnologia antiga, como o swing e não pensando no JAVA EE. Seguirei os conselhos de vcs e sempre postarei minhas dificuldades, pois o retorno é muito bom, abriu meus olhos para muitas coisas desconhecidas. Este foi o meu primeiro post e estou amando :blush:


#85

Olá Daniel, obrigada por responder, eu acho confuso o JAVA EE, o java básico, eu não enfrento dificuldades. Por exemplo, ao pegar o livro do Deitel e as aspostilas da Caelum é bem tranquilo de aprender pois há um roteiro ali, mas o JAVA EE é muito mais amplo que o Java básico, pelo que vi tem JSP ,Beans, vários frameworks, essa complexidade que falo, eu não sei o que devo aprender primeiro, pois cada apostila trata o Java EE de um jeito diferente.


#86

Assim como o swing, você gera o .JAR da aplicação normalmente, pode inclusive usar o Ant também, fica a seu critério. Eu gosto de utilizar o Maven, pois já empacota, é mais fácil configurar e já inclui todas as dependências do projeto, e ainda tem um framework pago que inclui uma JRE no seu JAR, fazendo com que sua aplicação java execute standalone, sem necessidade de nada instalado na máquina do usuário, olha que legal :smiley:

Bom, isso já é algo que realmente não tenho muita experiência, sou programador concursado, não tenho experiência no meio autônomo ou freelancer, mas eu participei de uma palestra do Bruno Borges da Oracle, e ele falou sobre isso, de um app que ele criou, basicamente foi muita propaganda no facebook e ele criou um site do App e etc, assim ele foi e conseguiu mais de 1000 reais com esse app na época, não sei hoje, mas dependendo do seu aplicativo pode ganhar dinheiro fácil. Uma vez ganhei 50 reais porque fiz uma aplicativo Java para um cara que nem conheço que pegou meu e-mail em uma lista de conversas sobre linux e perguntou se eu podia fazer um programa em Java que pegasse o conteúdo de um txt e verificasse se cada link(era um link por linha) estava online, eu fiz rapidinho e ganhei 50 pilas, nada formal. Antes de virar programador eu li em uma revista no ano de 2000 ou menos que programador era a profissão do futuro, e te digo, realmente, ainda mais com esse boom do mobile crescendo.

Abraços.


#87

Mercado de sistemas de informações foi para web e mobile, desktop é mais para ferramentas e módulos bem específicos. Se já sabe esse conteúdo, então é só partir pro direcionamento desse: https://www.caelum.com.br/apostila-java-web/ como @Daniel_Dias já indicou.


#88

No começo é confuso mesmo, mas depois você pega o jeito. A apostila da Caelum f21 ensina passo a passo do JEE desde JSP + servlet , spring, hibernate mais pra frente.

Quando comecei a estuda JEE na minha póś, iniciei por JSP + Servlet + JDBC, depois de conhecer melhor eles, eu passei para frameworks como Struts, spring, hibernate.


#89

@lyah, boa noite!

Olha, caso você esteja realmente começando, o ideal é você “dominar” o Java.

ps: Mesmo que isso nunca aconteça, pois sempre terá algo novo para aprendermos!

“COMECE DO COMEÇO!” Acredite, vale muito a pena.

Compreendo perfeitamente que já queira aprender fazendo algo “real”. A ânsia em colocar a mão na massa é quase incontrolável. Porém, muitas vezes, pecamos em deixar conceitos fundamentais passarem batidos e, simplesmente, não entendemos como as coisas acontecem. Acho que o maior segredo é este. Entenda como as coisas acontecem e o porque delas acontecerem. Entenda por exemplo, o que são: Herança, Polimorfismo, Encapsulamento, etc. Veja estes conceitos sendo aplicados nas próprias classes da Java API. Aliás, o melhor amigo do programador é a documentação. Por isso, sempre vale a pena dar uma olha aqui. Estude as principais bibliotecas da linguagem. Domine-as. O Java tem muita coisa boa para oferecer.

Então, se me permite um conselho, tente focar nisto antes de produzir um produto final. Caso não consiga superar essa vontade incontrolável (o que é bem compreensível), atente-se para não deixar passar batido estes conceitos que, acredite, serão fundamentais para sua carreira!

Espero ter ajudado de alguma forma!

Sucesso.


#90

Eita, que preguiça dessa briga de “o que vai pegar futuramente” :s
Lá no meu estágio tem um menino que ta começando a programar em java agora e conheceu o JSF e primefaces… Só porque eu disse que prefiro o Spring ele sempre me fala que spring ta ultrapassado e blablabla… Preguiça demais. Igual o povo que ta tentando evangelizar que o angularJs 2 é cilada.

Sai dessa gente, amanhã pode ou não nascer algo que vai acabar com tudo que nos programamos e o jeito vai ser aprende-la tbm.

#pas


#91

Entendo. Mas o caminho é esse, trilhando sempre aos poucos até chegar no objetivo. Sucesso!


#92

Mas como vc distribui o jar?

Por favor, diz que vc não envia um email pro usuário dizendo pra ele clicar 2x no arquivo em anexo.


#94

Você distribui como você achar melhor uai, por e-mail, cria um site pra deixar o aplicativo pra download, deixa em uma cloud storage, 4shared, facebook, AWS, pendrive, HD externo, rapa, não falta é forma de distribuir, rs. Sobre enviar por e-mail e dizer pro usuário clicar, já fiz isso e ganhei dinheiro, e não é sobre dinheiro que você está falando? rs. Se o aplicativo for direcionado a um usuário específico, não vejo mal nenhum em enviar por e-mail. Profissionalmente falando você pode fazer que nem as grandes empresas, cria um site e disponha de um link para download da aplicação.


#95

Não, estou falando de javafx não ser popular, e que a razão disso é que não faz sentido developer perder tempo com javafx, criar sites, coletar e-mail de usuários, etc. quando posso desenvolver pra iOS ou Android, apertar um botão e pronto, uma nova versão do meu aplicativo esta disponível para milhoes de usuários espalhados ao redor do mundo.

Você só pode estar delirando se acha que, em 2016, javafx vai se tornar popular entre front-end developers enviando arquivos jar por e-mail.

E se javafx não for popular entre front-end developers, nenhuma empresa vai querer usar Javafx no front-end.

Todas as grandes empresas tem presença nas chamadas “lojas de aplicativos”.


#96

Amigo, acho que você tem algum problema de conceito, vejamos lá.

Primeiro você manda uma mensagem pra mim assim:

1.[quote=“pfk66, post:92, topic:340703”]
Mas como vc distribui o jar?
[/quote]

Eu respondi sobre a distribuição do JAR, como você perguntou, e você me retorna falando sobre popularidade do JavaFX, uai, se quiser falar sobre popularidade, faça uma pergunta sobre popularidade. Não entendi porque você fez isso, mas, ok, a vida é sua, rs.

Então faça essa pergunta pra elas.

Eu não acho e nem pretendo perder meu tempo achando isso, você se equivoca ao tentar falar sobre o que eu penso sobre. Em nenhum post aqui nesse tópico afirmei isso.

Enfim, só posso dizer, mais alguma pergunta? rs. Estou a disposição :smiley:


#97

Perguntei porque supostamente vc conhece a tecnologia, e eu queria saber como desenvolvedores Javafx distribuíam sua aplicações. Agora que sei que é enviando arquivo jar via email, posso deduzir sobre o futuro do Javafx no mercado front-end.

Espero que tenha ficado mais claro agora?

Qual pergunta?

Você afirmou ser capaz de ganhar dinheiro fácil com Javafx. Ao mesmo tempo não consegue citar uma aplicação popular escrita em Javafx (existe alguma?), ou explicar porque alguém pagaria por uma aplicação escrita em Javafx se o primeiro que comprar pode enviar pra um serviço de compartilhamento ou diretamente pros amigos via email.


#98

Então, falei sobre mim, acho que não existe só eu nesse mundo certo? rs. Deduza o que você quiser, a vida é sua :smiley:

Sobre a popularidade, você perguntou sobre a distribuição, mas na sua resposta falou sobre popularidade. Nada a ver o que você falou.

Mostre minha informação onde disse ser fácil ganhar dinheiro com Javafx.

Sobre aplicações, te mostrei alguns links e mesmo assim não vê? Agora se elas não são suficientes pra você sobre monetização, o que eu posso fazer? Não preciso provar nada pra você, rs. Se pra você não serve, repito novamente, acredite no que você quiser, aceite o que você quiser, a vida é sua, Java FX é uma bosta, não dá pra ganhar dinheiro, etc etc, não quero discutir não, por favor, fique satisfeito com suas “deduções”, abraços :smiley:


#99

Percebe que vc continua sem entender porque javafx nunca vai ser popular sem um esquema de distribuição integrado.

Sem duvida, estou falando que não serve pra quem precisa suportar milhares de usuários e não quer ver seu trabalho sendo pirateado por aí.

Mas se o que vc precisa é suportar uma aplicação em 5 máquinas dentro de uma repartição pública, ir com um pendrive em cada uma e fazer a instalação manualmente não chega ser um problema.


#100

Isso não é problema meu.

É né.


#101

com certeza o importante é evoluir sempre, ja fui pro ASP classico, ja fui pro .net. ja fui pro java, pro php pro android, pro mobile hibrido com phonegap ou com ionic.

Só adquirindo experiencia pro futuro.

o importante é vencer hoje, e pegar bagagem pro futuro, nao querer vencer no futuro com atalhos.