GUJ Discussões   :   últimos tópicos   |   categorias   |   GUJ Respostas

Se o JavaFX é o furuto do Java, eu vou estudar outra linguagem!

java
Tags: #<Tag:0x00007ff975c69500>

#1

Cansei!!! FX não é uma evolução, é uma BAGUNÇA!!!


#2

Que isso :joy: :joy: :joy: :joy: :joy: JavaFX é vida kkkkk Muito tranquilo de Trabalhar kkk Claro que vc tem q saber como fazer kkkk Eu to desenvolvendo uma biblioteca que facilita algumas coisas, após passar em vários testes vou publicar ela.
Eu acho é que vc está aprendendo do jeito mais difícil possível, pois eu faço no padrão MVC e é tranquilo d++
Obs: Odeio swing aquela coisa velha, muito trabalhoso


#3

Qual teu objetivo, o que deseja produzir? A aplicação possui requisitos para ser desktop mesmo? Se tiver que ser desktop e seu cliente só utiliza Windows, prefira C#, é mais produtivo e mais utilizado para desktop comercialmente.


#4

Eu concordo com o @javaflex , a maioria dos clientes usa Windows, Java para desktop dificilmente tem vaga de trabalho para mesma, e quando tem é para dar manutenção no java Swing.
Java é forte para Web e vocês deveriam investir mais nele no que swing/JavaFX para não ficar pra trás quando concorrer a uma vaga .

Minha experiencia com JavaFX é’0, quando vi ela pela primeira vez achei chato, muito semelhante a Web e preferir investir no Java Web(exceto JSF ) pois é a onde as coisas giram.

Artigos e curso sobre a tecnologia são fracos, não é muito divulgado nem na própria Oracle( posso esta enganado).

Minha opinião é não se prenda muito a fazer as coisas em desktop, existe soluções melhores para isso, pois quem estuda o JavaFX é por causa do design bonito,etc.

{ },.


#5

Outro ponto a considerar, independentemente da área que escolher, seja web, desktop ou mobile, sempre haverá legado nas empresas, você não precisa se aprofundar, mas conhecer (nem que seja pelo nome apenas :joy:) as mais usadas vai te ajudar a “se virar” mais rápido, em desktop por exemplo, C# é muito bom, mas existem muitas coisas feitas em VB6 (não confundir com VB.net) e principalmente Delphi (object pascal), tenha sempre isso em mente, embora o mercado ultimamente adota muita coisa “na moda”, o legado existe forte e não pode e nem deve ser ignorardo


#6

Concordo, já trabalhei bastante com Delphi. JavaFx é moda entre javeiros e ao mesmo tempo fraco em legados no mercado corporativo.


#7

E uma falha tremenda e muito comum em instituições de ensino, de nem ao menos orientarem seus alunos sobre a importância do legado nas empresas, infelizmente sempre “floreiam” a área com tecnologias modernas (cujo a base sempre é alguma tecnologia considerada obsoleta) como se todo mundo só utilizasse o que há de novo no mercado… com isso formam-se profissionais iniciantes e muito motivados, mas ao se depararem com “em time que está ganhando não se mexe”, ficam frustrados e muitas vezes inprodutivos devido a “desilusão”…


#8

Concordo plenamente com você.

Isso acontece muito, N tecnologias da moda a pessoas estuda o mesmos e chega na entrevista ou trabalho descobre que vai trabalhar com Struts (só exemplo) e JavaScript(puro) .
Sem conta que cursos e instituições não te ensinam o que a fazer um aplicação de mundo real, limitam-se a apresentar novas tecnologias ligadas a simplesmente a um CRUD com N tecnologias.


#9

Respondendo ao javaflex…

Na verdade eu venho estudando Java por conta própria a poucos meses, comecei com a Lógica para entender um pouco como as coisas funcionam, ai iniciei o estudo com o velho VB6.0 ( que não gostei muito, apesar da linguagem ser tranquila achei ele ruim em conexão com alguns bancos free) e decidi estudar Java… gostei bastante da maneira de trabalhar e da linguagem, achei fácil e decidi que seria a linguagem que eu levaria a fundo antes de estudar uma outra. Hoje com o Swing consigo desenvolver aplicações básicas de Desktop. O problema do Swing é que se você quer fazer algo mais “belo”, que exija uma animação, com os paineis etc… você tem que fazer na base da “gambiarra”, é trabalhoso e pouco produtivo. Vendo que muitos falam do JavaFX, que tudo é mais “lindo”, de “fácil” criação, intuitivo e etc… etc… etc… e como alguns dizem … “é o futuro do swing” eu decidi “migrar”… mas estou encontrando muita dificuldade. Principalmente em relação ao CSS que vejo pouco material. Não tenho ideia de como utiliza-lo de verdade.

Não tenho pretensão de trabalhar profissionalmente com programação. Não é meu foco atual. O foco é aprender. Faz pouco tempo que comecei a “programar” e adorei. Quero começar com Desktop e só quando estiver realmente bem no desktop em pelo menos 2 linguagens ( java e C#), ai sim começar estudar WEB e Mobile. Mas como eu disse, esse FX tá me quebrando ‘-’ mas vou continuar estudando…
O topico foi criado em um momento de MUITA RAIVA com os erros que estava cometendo e não entendia o porque e peço desculpas por isso.


#10

Tudo depende da necessidade, trabalhei muito tempo em uma software house onde mechia diariamente em sistemas desktop feitos em java (swing), com o tempo passei a adotar o FX, mas nessa mesma empresa também existiam projetos em Delphi e coexistiam “harmonicamente”.
Estudei c# por um tempo, mas como eu disse, necessidade. Atualmente trabalho em outra empresa de porte maior com diversas tecnologias mobile, web e desk (com java e groovy) (sozinho). Não digo que o Fx é ruim é só uma questão de aprendizado, muitos conceitos você só aprende com o tempo, e nem sempre ele se encaixa em tudo, então sempre procure focar em uma necessidade: o que eu quero fazer? quais tecnologias podem me atender? Vá em busca de respostas.

Já fiz coisas maravilhosas com JavaFX, Java Swing, Android, Groovy, Vue.js. Tudo depende do que você quer fazer, e principalmente força de vontade e paixão por programação :wink:


#11

A pessoa pode sempre fazer adm com especialização em gestão de TI.

Mas cursos voltados à tecnologia, geralmente se quer aprender sobre tecnologia que transforma a vida das pessoas, e não sobre empresas e seus sistemas moribundos.


#12

Concordo com todas a opiniões dos colegas, mas no caso o JavaFX é só para brincar, coisa só de gostar mesmo! de vez em quando nós desenvolve um sisteminha básico para uns amigo que precisa de um controle de estoque simples por exemplo.
@katianeveszaccaro eu no inicio também fiquei com problemas com JavaFX até que achei jeitos mais simples para trabalhar com ele, e hoje pensando em evitar coisas q eu tinha que fazer, por exemplo, coloca um if para verificar se a tela já abriu uma vez, entre outras coisas… então fiz uma biblioteca para um amigo que está tendo a mesma dificuldade que vc, a biblioteca já lida com vários problemas sozinhas.
Ex para chamar uma Tela:

ControlStage<HomeController> control = new ControlStageBuilder<>()
                  .addClassController(new HomeController())
                  .addNameFromFXML("Home")
                  .build();
   control.show();

Esse código já faz tudo por vc, toda vez q usar o show a tela não vai precisar recarregar o FXML dnv, entre vários outros benefícios, tem vários outros métodos, até a formatação de campo, exemplo a baixo:


Estou trabalhando nela, logo publicarei na net.