GUJ Discussões   :   últimos tópicos   |   categorias   |   GUJ Respostas

A incrível foto do Brasil 2011

Bom dia,

Para inaugurar o passagem do Brasil para a 6° potencia económica segundo o Centre for Economics and Business Research (CEBR) .

1° EUA , 2° China , 3° Japão , 4° Alemanha , 5° França , 6° Brasil , 7° Reino Unido , 8° Itália …

Com as Jornadas Mundiais da Juventude JMJ Brasil 2013 e Copa 2014 e JO 2016 , muitos Europeus sonham ira viver para o Brasil !

Com a crise do euro, na Europa já não é terra de oportunidades para os europeus.

E incrível o caminho percorrido pelo Brasil !

http://america-latina.blog.lemonde.fr/files/2011/12/Dilma19702.jpg

Publicada no jornal francês Le Monde :

Pois é, colega… não quero ironizar nem ser negativo… mas não é que o Brasil tenha passado o Reino Unido, mas sim que o Reino Unido tenha estagnado a ponto de ser passado pelo Brasil. Já se diz que em 2014 a França ficará pra trás de nós.
Mas ouvi de um jornalista que anunciava esta proeza brasileira o seguinte comentário: “e daí?”
Mostram a foto de uma Dilma que combateu a ditadura, froi presa e o caramba por isso… Acontece que essa Dilma que hoje preside o país não virou o jogo e sim se tornou parte dele. Trocamos uma ditadura por uma democracia que governa muito bem para muito poucos. E debaixo dessa presidência, que de inédita tem apenas a mudança de sexo pipocam ligeiramente escandalos de corrupção em ministério após ministério. Sim, pipocam ligeiramente e logo caem no esquecimento. Uma política ruim para um povo ruim. No fim das contas, deve estar certo assim…

[quote=ADEMILTON]Pois é, colega… não quero ironizar nem ser negativo… mas não é que o Brasil tenha passado o Reino Unido, mas sim que o Reino Unido tenha estagnado a ponto de ser passado pelo Brasil. Já se diz que em 2014 a França ficará pra trás de nós.
Mas ouvi de um jornalista que anunciava esta proeza brasileira o seguinte comentário: “e daí?”
Mostram a foto de uma Dilma que combateu a ditadura, froi presa e o caramba por isso… Acontece que essa Dilma que hoje preside o país não virou o jogo e sim se tornou parte dele. Trocamos uma ditadura por uma democracia que governa muito bem para muito poucos. E debaixo dessa presidência, que de inédita tem apenas a mudança de sexo pipocam ligeiramente escandalos de corrupção em ministério após ministério. Sim, pipocam ligeiramente e logo caem no esquecimento. Uma política ruim para um povo ruim. No fim das contas, deve estar certo assim…[/quote]

Tb não entendo de onde vem tantra empolgação. Notícia de hoje no UOL:

Em 20 anos o Brasil vai ter a qualidade de vida da Europa??? Duvido!!!

Ate poderia ter padrao europeu daqui a vinte anos mas a corrupção não vai deixar. So o que voi desviado nos ministerios recentemente no governo dilma chega a passar a cada de 1 bilhao. assim nao da mesmo, isso so no ministerios tem tambem os desvios dos governos estaduais e municipais.

E vocês reclamam do que?
Que o povo brasileiro não é patriota, isso todo mundo sabe.
Que o povo brasileiro é ignorante, em sua extrema maioria, ninguém duvida.
Que o povo brasileiro é uma mistura de tudo o que sobrou de ruim de portugueses, índios, africanos e demais povos, não é novidade.

Alguém aí já teve interesse em ler os livros do Laurentino Gomes (1808 e 1822)? Ele fez um estudo de quase 10 anos para os livros e, a partir deles se entende por quê que a gente é assim.

No mais, ainda acredito que enquanto as múmias e os monstros sagrados da política reinarem, nada muda.
clã Sarney, Mercadante, Genoíno, Requião, clã Dias, clã Magalhães e todos os demais, a coisa não muda.

Só um detalhe, a corrupção existe em todos os países, o problema é o impacto que ela tem sobre o que realmente se faz em prol da população.
Propina, mensalão, enriquecimento ilícito, prevaricação, colarinho branco, perjúrio, caixa dois, apropriação indébita e demais práticas que os nossos políticos eventualmente realizam, são comuns ao mundo todo.

Precariedade de serviços públicos como segurança, educação, saneamento básico, saúde, transporte, moradia, lazer e emprego são coisas que no Brasil se tornaram muito mais acentuadas.
Países como Argentina e Chile possuem níveis de educação muito mais elevados e, mesmo assim, ainda enfrentam problemas como a corrupção.
A violência não é só um fenômeno brasuca, regiões periféricas das grandes cidades dos EUA enfrentam verdadeiras guerras urbanas, como RJ e SP (Curitiba quase lá), por exemplo.
Drogas, estão por toda a parte (alguém aí já viu os vídeos do krokodil?). A influência e poder do narcotráfico é uma questão internacional.
Transporte, saúde públicos? Piadas. Veja o trem da China, que poderá ultrapassar os 500Km/H (uma viagem Curitiba - Sampa seria feita em pouco mais de 1 hora). E alguém aqui acredita que os chineses são santos e não desviam verba?
Está é na hora de deixarmos Democratas, Petistas, tucanos, pedetistas e toda essa raça que criou raízes no congresso e senado de fora.

Alguém, por acaso, sabe qual foi o deputado federal mais atuante do ano? Que mais apresentou projetos, menos faltou e só chegou atrasado um dia?
Dica, ele foi o artilheiro da copa do mundo de 1994 (a última em que eu vi uma seleção brasileira com vontade, garra e determinação).

Não vou negar que o governo “de esquerda” não colaborou. O pensamento de Benjamim Franklin sempre foi inteligente “Aumentar o salário, aumenta o poder de compra. Maior poder de compra, mais comercialização. Mais vendas, mais se precisa de mão de obra para produzir. Quanto mais se produz, mais se vende. Mais emprego existe”. Independente da qualidade de ensino, nunca o brasileiro tinha ido com tamanha quantidade de pessoas à universidades. Eu não teria feito curso superior sem os incentivos do governo.

É só isso, cada um fazendo sua parte e ajudando os outros, como o guj, a cosia flui.

Legal o ranking e tal, mas não é um bom indicador de progresso. Basta ver que o IDH estamos em octagésimo primeiro lugar, o que é lamentável.

Se com todos esses problemas o Brasil ainda consegue se destacar em algo, imagina se tivessemos apenas metade desses problemas.

Eu diria que com metade dessa corrupção…

Em 2011, posição 70. Atrás de potências mundiais como Panamá, Trinidad e Tobago, Argentina, Venezuela…

Eu sou mais Brasil.

País entre as potências e cheio de serviços sociais, diminuindo a miséria. Aqui temos hospitais para todos, escola para todos, faculdade gratuita. Trabalhador aqui pode não ganhar bem, mas não sai com uma mão na frente e outra atrás.

Não quero ser rico, posso ser mais ou menos desde que todos estejamos bem.

Temos muito a melhorar, claro, mas o Brasil não é ruim quanto pensamos. Esses país é espetacular com pessoas espetaculares.

Falar que eletrônicos são caros e por isso o país é ruim não é válido.

De novo, sou mais Brasil. Vamos lutar para melhorar os serviços prestados, punir os que gastam dinheiro do povo errôneamente, lutar por leis mais justas e por um país mais justo.

Em TI, estamos sendo respeitados cada vez mais e as coisas estão mudando. Antes éramos vistos como país exclusivo de “off-shore” para “monkey jobs”. Pelo que tenho lido e conversado, estamos sendo vistos como pessoas mais importantes nessa área. Quem estava no JavaOne sabe disso. Depois, ontem mesmo, um amigo meu veio me falar bem da comunidade Java aqui, que as pessoas criam coisas interessantes (provavelmente ficou sabendo de alguns projetos Java que foram anunciados/expostos no J1 Brasil).

Amigos, melhoria contínua e historicamente esse país será não só grande ecnomicamente, mas também mais justo :slight_smile:

Pessoas reclamam da corrupção sendo que elas mesmas são tão corruptas quanto os políticos…

[quote=Jesuino Master]Eu sou mais Brasil.

País entre as potências e cheio de serviços sociais, diminuindo a miséria. Aqui temos hospitais para todos, escola para todos, faculdade gratuita.
[/quote]
Hospitais, existem. Profissionais para atender, não.
Filas intermináveis nos PSs do SUS, falta de educação e respeito de seguranças, enfermeiros e médicos
Escolas? Para matricular crianças no 1º ano é preciso acampar na frente de escola, por dias, em algumas regiões.
Faculdade gratuita? Tudo bem, mas eu preferia pagar e ter condições para isto do que correr os riscos de greve das federais/estaduais. Professores que não ligam se aprendemos, arrogantes, hipócritas.
Prouni, fies?
Ajudam muito, mas não é apenas a mensalidade que limita o acesso, livros didáticos e materiais para quem faz cursos específicos (sabe o preço de um bisturi?).
Não vou dizer que não está melhor.
Lembro-me de quando eu tinha 4, 5 anos. Íamos ao mercado de manhã e havia um preço nas mercadorias. Um funcionário remarcando. A tarde já estava mais caro. Inflação.
Lembro-me que tudo era muito caro e, hoje, meu filho pode desfrutar de coisas que eu levava meses para poder ter, quando tinha a idade dele.

Por que falta qualificação, na maioria dos casos.
Quando existe, como nosso caso, não há um apoio constante, você praticamente precisa brigar com a empresa para ter aumento.

Desculpe, eu quero. Quero ter conforto, estabilidade, tranquilidade. Sabemos que dinheiro pode não trazer felicidade, mas que ajuda a procurar de forma menos cansativa, ajuda.

“O Brasil é governado pro homens e por forças inferiores ao povo brasileiro”, como na música do Ratos de Porão.
Um povo que tem tantos feriados e ainda assim, consegue trabalhar e erguer-se (ou herdar) a sexta economia é, no mínimo, foda.

Nãio, mas reclamar que os impostos são absurdos é.
A quantidade de automóveis seria bem maior caso não fosse, afinal, montadoras e distribuidoras/postos de combustível são muito “afetadas” pelo imposto.

Aí você acorda como o Chico Mendes ou a Dorothy Stang, caso more no Pará ou Acre/Amazonas e denuncie a grilagem e devastação da floresta.

Princípio da anarquia “Se você tem facildiade em obter conhecimento, passe-o à frente. O respeito virá gradativamente”.
De novo, o Brasil é uma mistura de portugueses corruptos e bandidos. Africanos que foram escravizados em suas próprias terras e que, mesmo em maior número, não tomaram o Brasil dos brancos (naquela época, não havia metralhadora, portanto, cada tiro teria de ser recarregado e, a proporção era gritantemente distinta, coisa de 9 negros para 1 branco, em 10). Índios preguiçosos, afinal, queriam os “presentes” mas falou em trabalhar, eles cuspiam fogo (flechas e lanças). Povos invasores, piratas, salteadores e toda sorte de pessoas de má índole, de traficantes de escravos (muitos foram agraciados com títulos de nobreza, por emprestar dinheiro ao imperador D. João VI).

Quando o Brasil declarou independência, estava falido (D. João VI levou toda a grana do Banco do Brasil para Portugal, quando voltou para lá), endividado (Inglaterra, por ironia, era a maior credora), não era seguro, vivia em guerra civil (as capitanias queriam umas às outras), com muitos corruptos, sem saneamento, sem educação, quase 90% de escravos. Enfim, o caos. Mas, como na teoria do caos, só após destruir tudo é que se pode começar algo novo.

Estamos aí, mas há muito, muito mesmo a melhorar.

sei la cara, minha escola era muito ruim, eu preciso trabalhar de fds pra pagar minha facul, e preciso de plano de saúde para ser atendido em hospital

ja fui no SUS quase morrendo, e nao me deram atestado, tive que pagar as horas no trabalho depois.

o brasil é um país de oportunidades…para os corruptos…

O que assola o Brasil ainda é a ignorância de muitos…
O Brasil é o país do “pior que tá não fica, então deixa assim” …

Ok concordo que o povo é bem corrupto tambem, e ao contrario que muita gente pensa a lei no brasil não funciona para os pobres tambem. Aqui em brasilia mesmo tem um monte de lavador de carro na rua que utiliza a agua de torneiras do lado dos ministerios, e quem paga a conta sou eu e vcs tambem. Um dia tinha um carro de policia bem em frente e fez nada. Deveriamos respeitar a leis mesmo em pequenos casos e ser educados tambem tipo não jogar lixo na rua (isso me irrita muito quando vejo) e comprar cds e dvds piratas. O jeitinho brasilierio ilegal deve acabar. Isso depende de cada um de nos.

Minha irmã infelizmente é professora do ensino fundamental numa escola pública na periferia.
Se vc escutar por dez minutos o que ela tem a contar sobre o dia a dia na escola, vai compreender que nem em 200 anos teremos qualidade de vida européia no Brasil.
Se vc acompanhar as aulas por um mês, vai precisar de anti-depressivos, como ela.

Vc deve estar brincando.
Ou não assiste um noticiário sequer há anos.
Ou nunca estudou em escolas públicas.
Ou nunca perdeu um familiar numa fila do SUS.
Ou tudo isso junto.

Vale o mesmo hoje para os miseráveis excluídos que nos rodeiam, à proporção de 10 para 1.
Se eles resolverem cobrar à força o seu direito a uma vida digna, o país vai implodir numa guerra civil até se tornar um imenso Haiti.
Para nossa sorte, eles não sabem a força que tem.

Então, temos muito a melhorar e vamos. Acredito que estamos melhorando.

Esse é um problema, esse gap de poder, precisamos de algo maior que eles para deter.

A minha também. Eu entrei no curso técnico de eletrônica(gratuito no CEPHAS) sem saber trigonometria. Entrei na faculdade de TI (FATEC, também gratuita) sem ter um computador e com pouco conhecimento de informática no geral( tipo, Firewall, coisas do Windows).

Hoje a FATEC que estudei tem um curso gratuito de manutenção de aeronaves e um simulador de voo (não um software, tipo um microavião) e está lá, esperando candidatos. Os professores e alguns alunos dessa mesma faculdade ainda fazer um cursinho gratuito para quem quiser tentar o vestibular. Há uns 7 anos quando eu pensava em faculdade na minha cidade(São José dos Campos) era paga, odontologia ou ITA (impensável para quem nem sabia trigonometria).

Eu nunca paguei por minha formação. Hoje pago por um curso particular, primeiro curso que estou pagando. Talvez eu tenha tido sorte, por isso tenho que ajudar todo mundo a ter essa sorte.

Eu quis dizer que eu não quero ser o próximo Eike Batista. São caras assim, extremamente ricos, que formam a desigualdade social. Mas daí é minha forma pessoal de pensar, não deveria ter misturado com o post.

Hm, eu sempre ganhei atestado. Mas quanto a ter que pagar as horas de trabalho, isso depende da empresa, hein? Sei que tem empresa ae que fecham contrato pro cara trabalhar 10 horas por dia, tem que trabalhar duas a mais. Esses malditos sangue-sugas tem que dar o fora desse país, pagam injustamente, lucram milhões.

Problema é pisar no calo desses gigantes do poder, aí não podemos fazer muito. Talvez só extremismo funcione :frowning:

Que ingenuidade. Brasil potência? Do que? Só se for da corrupção. Segundo o que estudei em geografia do ensino médio há uma década atrás, potência são países de primeiro mundo que estejam em primeiro lugar em algum quesito (ex: potência econômica hoje são os EUA).

Na realidade, este é um país miserável onde a maior parte da população ganha menos de 1000 reais por mês. Além do fato de a maioria dos habitantes daqui estaram desprovidos de boa educação, de qualidade de vida, de cultura. Veja por exemplo as músicas que fazem sucesso aqui, elas só expressam a depravação e miséria interna da maiorias dos pobres e miseráveis que vivem aqui, ouçam as músicas e percebam que aqui a cultura musical é primitiva: a maioria prefere batuques e músicas de cunho sexual (quer melhor evidência de primitivismo?), toquem uma música erudita para as massas e verão que elas desprezam e não entendem o que é mais elevado.

Realmente aqui temos escolas para todos, tantas escolas de “qualidade” que os alunos se formam no ensino médio sem saber ler! Temos hospitais para todos, mas os serviços são de tão baixa qualidade, que para fazer um exame o paciente espera uma fila de vários meses! E não raro, nesses casos, a morte chega antes… Comparem os hospitais do Japão ou dos EUA com os nossos. No Japão, existem até hospitais públicos temáticos (com temas de animes) com alta tecnologia, os pacientes sentam-se em poutronas com telas lcd touch-screen. O Brasil nunca terá nada assim, pelo contrário, só encontramos precariedade: paredes sem reboque, pacientes internados em corredores, filas quilométricas!

Recentemente saiu no jornal que em 20 anos este países terá qualidade de vida da Europa? Isto é uma piada… Este país demorará muitos séculos para chegar lá, pois não basta apenas uma economia desenvolvida se a maior parte da população vive na pobreza, não só material, mas também mental. Ligue a TV e veja que miséria de conteúdo. Parece exagero falar isso, mas essa televisão emburrece demais, e a maioria da população vê TV e deprava seus cérebros!

É exagero dizer que a qualidade de vida estará como a da Europa daqui 2 décadas, as coisas estarão melhores, mas longe dos padrões de lá. Aqui a vida é dura, os preços são altos, viajem para Alemanha e verão que os preços das coisas básicas são muito baratos! As coisas básicas do dia a dia como papel hiegênico, comida etc estão na casa dos centavos. O custo de vida é baixo e qualidade de vida é alta. Lá na Alemanha quando uma mulher engravida, o país a sustenta até seu o filho completar 2 anos de idade. Aqui aquela bolsa maternidade dura quanto tempo? Isso é só um exemplo, lá tudo é mais em conta.

Lá na Europa não tem funk, cai entre nós, acha mesmo que um país animalizado como o nosso vai chegar lá? Aqui a corrupção é cultural, aqui as pessoas são muito mal educadas, a qualidade geral da população é deprimente e acredito que não melhorará nada nas próximas décadas…

Amigos,

tem um ponto interessante nesse post comum para muitos que respondem, é o negativismo.

Serviços públicos são falhos, todos sabemos disso. O crescimento aqui é devagar, todos sabemos disso.

Mas estamos indo pra frente, não estamos estacionando. Vamos lutar para melhorar sempre. E não vai ficar bom na minha geração, mas vai ficar um dia.

Lute sempre, aperte políticos, seja voluntário, tenha esperanças. Veja o que melhorou e ataque o que está errado.

Eu penso assim: Primeiro temos que tirar pessoas da miséria para dar educação. A miséria tem diminuido. Vocês acham que também é mentira? Que estamos sendo enganados?

Se está melhorando, ótimo, vamos focar nas melhorias. Os problemas existem, mas vamos lutando para dminuir ou extinguir um a um.

[quote=Jesuino Master]Amigos,

tem um ponto interessante nesse post comum para muitos que respondem, é o negativismo.

Serviços públicos são falhos, todos sabemos disso. O crescimento aqui é devagar, todos sabemos disso.

Mas estamos indo pra frente, não estamos estacionando. Vamos lutar para melhorar sempre. E não vai ficar bom na minha geração, mas vai ficar um dia.

Lute sempre, aperte políticos, seja voluntário, tenha esperanças. Veja o que melhorou e ataque o que está errado.

Eu penso assim: Primeiro temos que tirar pessoas da miséria para dar educação. A miséria tem diminuido. Vocês acham que também é mentira? Que estamos sendo enganados?

Se está melhorando, ótimo, vamos focar nas melhorias. Os problemas existem, mas vamos lutando para dminuir ou extinguir um a um.[/quote]

quando se fala em extremismo/luta logo vem a cabeça aquela cena em que várias pessoas, algumas inteligentes, se unem com placas e saem pelas ruas,

o que acontece…apanham, causam tumulto, alguns morrem, nada muda…

o que acontece ? na escola/os pais/a população como um todo nos educacam para nunca brigar-mos de forma fisica…

orientam-nos que as palavras/a razão/a inteligência tem mais poder que a força fisica…

nos dizem para usar o bom senso…

por que se tentamos lutar com palavras, o governo nos ataca com força bruta?policiais com cacetetes, exercito… na ultima vez que vi um video de vários professores apanhando…eu fiquei impressionado com a maneira que somos tratados…

e comecei a matutar se realmente a palavra vence a força-bruta…

placas no meio de tumultos não resolvem nada, o jeito é ação, não estou sugerindo nada :twisted:

//