GUJ Discussões   :   últimos tópicos   |   categorias   |   GUJ Respostas

Conheça os melhores cursos de Bacharelado em Ciência da Computação


#1

Confira os 14 melhores cursos no País incluindo informações sobre duração, valor da mensalidade e concorrência do vestibular.

O IDG Now! elaborou uma lista dos melhores cursos de Ciência da Computação em todo o Brasil. O critério usado foi o resultado do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) de 2005 (último divulgado). Os cursos estão ordenados de acordo com o Conceito Enade* e com a média dos concluintes no exame**.

Veja abaixo os 14 cursos selecionados em todo o País, incluindo informações sobre duração, valor da mensalidade e concorrência do vestibular:

http://idgnow.uol.com.br/carreira/2007/01/25/idgnoticia.2007-01-25.0112668212/IDGNoticia_view


#2

Como foi medido pelo ENADE, isso não qualifica os melhores cursos e sim os cursos na qual os estudantes foram melhor. Posso estar errado, mas não parecer Ciencias da Computação no IME-USP, tem alguma coisa estranha nisso.

Até!


#3

E como se mede se um curso é bom ou não, senão avaliando os estudantes que o cursaram? desconheço outra forma...


#4

Será que tem mesmo? Será que o curso é um dos melhores? Não conheço o curso do IME a fundo, mas só porque é "Ciência da Computação" na "USP" significa que o curso é bom? Você está levando em conta só o nome? Nem sempre os melhores profissionais saem de lá... não só nem sempre, como particularmente, quase nunca vi...

[]´s


#5

O ENADE considera a média e não o pico. O IME-USP tem estudantes de altíssimo nível que estudaram ou estão ainda estudando lá (alguns bem conhecidos nesse fórum) que se qualificam para diversas etapas de concursos no exterior. O ENADE desconsidera também currículo dos docentes, grade curricular(que apesar de existir uma mínima, a faculdade tem a liberdade de abordar mais assuntos), alocações dos estudantes pós-término do curso etc. Uma prova serve para medir, mas temos que nos perguntar, até onde essa medida vale? É a mesma discussão de fazer ou não faculdade na nossa área, temos ótimos profissionais não formados como temos formados sem saber nada. Um bom profissional não se baseia num canudo do mesmo jeito que uma faculdade não se faz por qualificações em provas.

Mas como sempre, posso estar errado.
Até!


#6

Concordo em relação ao profissional... mas como você classificaria as faculdades então? Responda de uma maneira realista, ou seja, viável, não a que gostaríamos que fosse.

Acho que uma prova pode qualificar uma faculdade sim, e é pra isso que existem. Claro, pegam-se as médias... quem sabe o pessoal do IME até abaixo da média não estão? Se estiverem, a qualificação será baixa mesmo. Se não, aparecerão nos resultados. Não tem mistério, segredo ou mutreta...

[]´s


#7

A USP e a Unicamp escolheram não participar do ENADE.


#8

Existem muitas formas, vc pode analisar, por exemplo:

  • a infra estrutura do curso
  • a qualificação dos professores
  • o programa de estágio
  • a opinião dos estudantes

É claro, é tudo muito subjetivo à princípio, pois depende da dedicação do aluno + a qualidade do curso. Entretanto aplicar uma prova igual a X estudantes em algum periodo do curso pode ser um termômetro interessante.


#9

Que absurdo! Cadê a Estácio e a UniverCidade nessa lista rssss....


#10

Explicado! Ufa!


#11

cara e o curso de sistemas de informação será que tem..?


#12

é o salto alto e medo do tombo.


#13

Nossa Paulo tá assim lá? Que isso rsss...


#14

Gostei de ver 5 cursos de Minas Gerais na lista, e o meu, PUC-Minas, o único privado!!

(foi mal galera, o orgulho falou alto agora!)


#15

Poxa o curso da Federal do RS ta com média de 10 por vaga no vestibular. Quando eu fiz eram 32, eu devia ter esperado uns anos pra fazer o vestibular hehehehe

]['s


#16

Discutir resultados de avaliação é sempre complicado porque nem sempre concordamos com os critérios utilizados...

É importante observar alguns aspectos:
1. Nenhum curso de tecnologia na área de informática fez parte do ENADE 2005;
2. Apesar do desmache que as instituições públicas tem passado nas mãos dos últimos governantes, as públicas ainda dão o show (e sem precisar montar um shopping nos campus ou alugar um espaço em shopping :lol:);

Na época do provão o ex-Ministro Paulo Renato falava em que o mercado devia "gerenciar a qualidaed" das instituições (neoliberalismo barato)... olha aí o resultado de 8 anos deste tipo de pensamento... quero ver o resultado das avaliações do "ciclos avaliativos [Portaria normativa n. 1/MEC DOU - 11/01/2007]" de 2008 (quando os cursos de 2005 serão avaliados).

Vamos poder avaliar o impacto da mudança de governo no próximo ENADE de computação...

fw


#17

Acho o boicote à avaliação do MEC uma explicação mais sensata. USP e UNICAMP são excelentes.


#18

A UFPE sempre foi bem classificada em outras listas, mas o sentimento dos alunos que fizeram o ENADE foi mais de "vou fazer nas coxas e me livrar logo dessa prova". Sei de colegas que responderam parte da prova com algumas piadas.

valeuz...


#19

Também acho que o ENADE não é uma boa avaliação. Aliás, creio que o ENADE nada mais é que um engodo. Ao invés de se criar um sistema de avaliação do ensino superior brasileiro, que levasse em conta na avaliação de um curso:
:arrow: O nível de graduação dos professores.
:arrow: A quantidade de professores com dedicação exclusiva
:arrow: A porcentagem de professores titulares
:arrow: A produção acadêmica
:arrow: A quantidade de alunos para cada professor
:arrow: Infra-estrutura
:arrow: Títulos em biblioteca
:arrow: Grade curricular
:arrow: etc...
Eles vêm apenas com um tradicional exame aplicado tão somente aos alunos do curso. Isso me parece como que uma fachada, só pra poderem dizer "olha, a gente aqui no Brasil faz, sim, avaliação do ensino superior".
Eu considero o ENADE pouco eficaz ao propósito a que se destina. Primeiro, por não atentar aos tópicos acima descritos (e outros citados por outros colegas aqui). Segundo, porque eu sei que existem cursos que tem turmas boas e turmas ruins. Já vi na minha universidade cursos excelentes com turmas completamente desinteressadas nas aulas, alheias ao que o curso tinha a oferecer... alunos que, raraz vezes que estavam em sala de aula, conversavam mais que a boca, atrapalhando todo mundo... alunos que tinham vindo à faculdade pra, segundo suas próprias palavras, "baber, badalar e transar pra car...".
Sem contar que uma prova, uma única prova, leva em conta outros fatores emocionais, psicológicos, físicos(saúde), que não são pertinentes ao curso em si, ao seu conteúdo.
O desemplenho de um aluno em uma prova de 4 ou 5 horas (não me lembro...) não reflete - ao menos de forma satisfatória - a qualidade de um curso. Ao analisar o desempenho do aluno, está se analisando a capacidade que o aluno tem em aprender, e não a capacidade que o curso tem em ensinar.


#20

USP e UniCamp boicotaram?? UFaa!!
To esperando o resultado do Vestibular pensando que são
as melhores do país... Tomei um susto quando não às vi
na lista!!

Eh... medo de cair?? Talvez... mas se não julgaram pertinente
o modo de avaliação fizeram correto. E conseguiram o que
queriam, pois muitos aqui não consideraram verídico a avaliaçao
pelo simples fato de USP/UniCamp não estarem na lista.

Com certeza!! Muitas Faculdades particulares podem ter um bom curso,
mas EM GERAL(existem muitas exceçoes) os alunos que cursam
faculdades publicas tem uma facilidade maior para aprender. E isso
não faz deles nem melhores, nem piores...

Falowww