GUJ Discussões   :   últimos tópicos   |   categorias   |   GUJ Respostas

Sobre leis do MEC para as faculdades


#1

Ola... é o seguinte eu e alguns colegas meus estão com um problema na faculdade onde estudamos... o problema é que dependendo do numero de alunos eles simplismente não abrem o periodo... exemplo se vc esta na 7 periodo e vai para o 8 e tiver poucos alunos para irem para o 8 eles nem sequer abrem o periodo... sendo assim atrazam demais os alunos... pq no curso de CC sempre tem muitas desistencias e poucos alunos nos ultimos periodos... e tbm outro fato que ocorreu com os alunos que cursavam sistemas da informação foi que o curso simplismente deixou de existir na faculdade pois haviam poucos alunos para cursar... sendo assim simplismente fecharam o curso deixando o pessoal de SI na mão... minha duvida é alguem aqui sabe se existe alguma lei no mec para este tipo de coisa nas faculdades? ao meu ver isto é algo ilegal... tipico caso de faculdade mercenaria onde eles vem que o lucro vai ser baixo e não querem pagar professor pra pouco aluno...
mas isto não é ilegal? não existe nenhuma lei que os proibam de fazer este tipo de coisa?


#2

100% ilegal... a faculdade não tem o direito de "abandonar" os alunos dessa forma...

eu já teria entrado com um processo contra a faculdade se isso fosse acontecer comigo...
o azar é dela se eles ficaram com poucos alunos e não podem pagar os professores, como em qualquer "empresa" isso pode acontecer.

aconselho entrar no site do MEC
http://portal.mec.gov.br/sesu/
e explicar a situação que eles devem (e só eles podem) resolver isso


#3

estava pensando justamente nisto em entrar com uma ação contra eles... mas tive estudando o contrato que vc assina ao entrar la que tem meio que "mascaradamente" uma clausula destas la no meio... porem se existir alguma lei um artigo onde este contrato viola tal lei... este contrato se torna ilegal... porem precisava saber se tal lei existe para este tipo de coisa...


#4

é muito mais simples e pratico, vc perguntar ao proprio MEC isso.
no site tem o contato..

eles mesmo te respondem oq vc pode fazer...


#5

valeu...


#6
  1. Procure um bom advogado que entenda da área.

  2. Entre em contato com o MEC, se possível via e-mail e busque orientações e informações. Se você apenas despejar reclamações lá e não pedir nada específico, não vai funcionar.

  3. Não ache que basta reclamar/denunciar ao MEC e achar que eles vão resolver tudo. Pressione dos dois lados.

  4. Dê umas boas olhadas no contrato e procure por estatutos, regras internas e coisas assim da sua faculdade.

  5. Talvez seja possível resolver isso dentro da própria faculdade mesmo. Tente negociar com os professores, juntar mais alunos interessados, procurar horários alternativos, entrar em contato com a administração superior da faculdade, enfim tente isso também.


#7

Isso é realmente um absurdo!

Você pode falar qual a faculdade?


#8

ACho que isso seria antiético. Lembre-se que ninguém é culpado antes que se prove o contrário.


#9

Não acho antiético vc falar fatos, mas enfim, cada um pensa o que quer. Mas me diz qual o problema em dizer:

"A faculdade XXX não forneceu o oitavo semestre de ciencias da computação no segundo semestre de 2008 pois não havia quorum"

????

Antietico é deixar as pessoas serem enganadas por falta de informação!


#10

Antiético--

não acho nem um pouco antiético divulgar esse tipo de informação...
até pq se isso ocorre em mais cursos da mesma faculdade, é bom os alunos saberem disso, antes que possa acontecer com eles...


#11

Um fato bem simples cara, esse é o tipo de coisa que envolve processos, advogados, etc. E com esse tipo de coisa não se brinca por uma coisa simples, SE a faculdade não for realmente culpada ou se isso ocorrer de outra forma, etc (convenhamos que nnehum de nós aqui conhece os detalhes dos processos) você estará denegrindo a imagem da faculdade se alguém for no google e pesquisar vai achar isso aqui. Enquanto não é resolvido, é sempre bom deixar no anonimato. Depois que resolver tudo e definir se é culpado ou não (coisa que nós NÃO SABEMOS) aí sim é possivel dizer "A faculdade X fez isso".

Acho que é antiético por isso , não se tem uma posição da universidade quanto a isso, e pior ainda - da justiça. Portanto é melhor esperar para não correr o risco de acusar alguém que não é culpado. E mesmo se for, não o sabemos ainda.


#12

Bom, mas você falando um fato, não interessa qual a posição da universidade. Ele não tah denegrindo a imagem da faculdade, tah só falando que não teve aula um semestre pq não tinha gente suficiente!

Mas td bem, mas já que você acha isso antietico, espero que você ache o link abaixo antietico tbm, já que está denegrindo o nome de uma empresa e de um produto:

http://desciclo.pedia.ws/wiki/Softwell_Maker

Foi feito por membros do guj....

agora se vc me falar que não é antietico, ai eu não entendo mais nada....


#13

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
muito bom


#14

Não precisa falar o nome da sua faculdade não. Melhor não fazer isso pq pode irritar algumas pessoas aqui e até ameaçar o GUJ de processo.

PS: eu acho legal quando o cara adora tanto a faculdade dele que coloca o nome da faculdade na assinatura dele no fórum ... :twisted:


#15

Só não é legal falar o nome da escola porque é a sua palavra. Se houver provas concretas, ai sim, pode denunciar. Se abrir um processo, ele pode ser visível na Net, então, vincule o documento no fórum, sem a necessidade de falar o nome da dita cuja, que o povo vai ver no processo.
Se não for assim, além de prejudicar terceiros (GUJ), vai prejudicar você, que está caluniando uma empresa sem provas. Embora não façam isso com o povão, todo mundo é inocente até se provar o contrário.


#16

[modo irônico: ON]
Ou seja, coloca o nome da sua faculdade na assinatura, dizendo que a ama, assim acaba com a curiosidade do povo =p
[modo irônico: OFF]


#17

Faculdade particular realmente é algo interessante, além de eles cobrarem os olhos dacara da gente, acha que mesmo trabalhando para pagar estas bostas temos tempo para nos dedicar 200% a eles :roll:

mais até donde eu me lembro a faculdade não pode cortar do nada as Aulas de um curso, afinal ela se propos a isto no contrato.

Na lei isto se chama quebra de contrato, e pode render um senhor processo contra a instituição 8)


#18

"


#19

Se for entrar em juízo contra a faculdade, tenta convencer colegas que estejam na mesma situação a entrarem no barco também. Com certeza isso vai facilitar na hora de conseguir um possível acordo. Entrar na justiça sozinho em situações como essa pode demorar para trazer resultados e dificilmente o resultado vai ser o que você deseja: estudar e terminar o curso. E quando digo colegas, falo de pessoas de outros cursos também. Provavelmente há outros cursos com várias pessoas na mesma situação.

De qualquer forma, procure um advogado.


#20

mesmo estando no contrato vc tem o direito de entrar com um processo..

não tem essa!!
isso é instituto de ensino, e não o bar do zé que pode tirar os clientes a qqer hora..
tenho uma amiga q é advogada conversei com ela ontem sobre isso, e disse que pode sim abrir um processo contra qqer tipo de abuso de faculdade particular..

se ganhar a causa, é todo o dinheiro que vc pagou de mensalidade de volta... mais indenização.. ou seja, uma boa grana, e com certeza a faculdade vai preferir manter o curso...

pense bem... a faculdade não tem muito valor se vc faz 1 ou 2 anos e parar..
então vc entra nela para completar os 4~5 anos.. eles não podem te abandonar no meio do caminho, jah q vc vai ter muita dor de cabeça para recuperar os outros anos se mudar de faculdade (oq com certeza vai fazer vc perder no minimo 1 semestre)...

lembrando, instituição de ensino não pode fazer isso de modo algum... não importa se esta no contrato... se eles colocarem no contrato que vc vai doar todo seu dinheiro se reprovar 1 ano, vc vai ser obrigado a fazer isso? claro que não...