GUJ Discussões   :   últimos tópicos   |   categorias   |   GUJ Respostas

Quais são os cargos de informática que tem média salarial nacional baixa que exigem graduação em informática?


#1

Quais são os cargos de informática que tem média salarial nacional baixa que exigem graduação em informática?

Quais são as graduações de informática que esses cargos exigem?

Eu conheço um profissional de informática que é formado em Bacharelado em Ciência da Computação, tem duas especializações em informática para educação e está fazendo mestrado também em informática para educação, mas ele é professor até mesmo de curso que ensina usar o computador.

Deus me livre ter todas essas formações em informática para ser professor de curso básico de informática.

Sinceramente eu estou com medo de entrar em graduação de informática e me arrepender por causa de muita exigência e salário baixo.


Aqui onde eu moro quase não há vaga na área de informática que exige curso superior
#2

Se ainda continua com medo e sem motivação pra essa área, não entre mesmo, não jogue seu dinheiro fora.

Isso tudo depende mais da empresa do que do cargo. Se não for pra ser funcionário direto da Microsoft, Oracle, Google ou algo do nível, evite empresas de TI, principalmente consultorias e fábricas, que são prostíbulos. No início pode se submeter a pedreira pra ganhar experiencia, mas depois pode buscar trabalhar diretamente no negócio/atividade fim, em grandes empresas que podem pagar bem. Em um curso que ensina usar o computador claro que o salário vai ser baixo. Diferente de estatais federais, petrolíferas, bancos, etc.


#3

@javaflex

Por favor, fale o máximo possível de detalhes sobre a resposta que você me deu, por exemplo, de onde você aprendeu a resposta que me deu, o maior número possível de detalhes sobre a “prostituição” que há na área de informática, a porcentagem de chances que um graduado em informática tem de conseguir emprego na área de informática que não paga bem, paga mal ou até mesmo muito mal, o maior número possível de detalhes sobre o que se exige de um profissional graduado de informática.

Se estou lhe pedindo informações que não devem ser pedidas, por favor, fale o maior número possível de detalhes sobre a resposta que você me deu como devem ser falados.

Perdão, por favor, fale o maior número possível de detalhes sobre a resposta que você me deu que são informações que é correto se pedir.

Um professor acadêmico de informática me disse que são ruins a maior parte dos salários dos profissionais brasileiros de informática.

Eu sinceramente estou com medo de entrar em qualquer graduação de informática e me arrepender disso por causa de muita exigência da parte de empregador para ser mal pago ou até mesmo muito mal pago.


#4

Realmente é justo pensar no lado financeiro, porém existe outros fatores, gostaria de contribuir aqui na discussão com uma reflexão:

1 - O quanto de vocação eu preciso ter para fazer a escolha de uma profissão?
2 - Escolher uma profissão apenas em “o quanto eu vou ganhar” poderia me levar a ser um profissional “mediano” tendo em vista que não teria amor pela atividade ou exercer a atividade profissional de uma forma digamos assim “visando apenas o dinheiro” deixando a qualidade de lado?

Sempre observei que as pessoas que alcançaram notoriedade pela competência excepcional com a qual realizam suas atividades, sejam esportivas ou empresarias, possuem uma característica: amor ao que se faz! Observei que quando amamos o que fazemos somos levados a fazer cada vez melhor. Existe uma pesquisa realizada pelo professor Mark Albion e divulgada no livro Making a Life, Making a Living (Warner Business Books, 2000, ainda não publicada no Brasil) que ilustra claramente a importância do respeito à vocação e aos valores das escolhas que uma pessoa faz ao longo da carreira.

Nela, 1.500 profissionais que haviam concluído um Master in Business Administration (MBA), vinte anos antes nas melhores escolas americanas, relataram as prioridades em suas escolhas profissionais: 83% optaram pelo emprego em função do salário. Os 17% restantes optaram por aquilo que mais lhe davam prazer, independente da vida financeira. Vinte anos depois, Albion foi verificar como estava a carreira desses profissionais. Dos 1.500, 101 tornaram-se milionários. Destes, apenas 1 pertencia ao grupo que fez a escolha orientada pelo dinheiro, todos os demais viraram milionários trabalhando no que gostavam.

Uma vocação verdadeira vai lhe proporcionar um ânimo extra para superar os obstáculos naturais do trabalho, encontrar caminhos diferentes onde outros não veem saída, iniciativa para sempre buscar o seu melhor. Essas são características básicas para o profissional se destacar em qualquer área.

Estou dizendo com isso que você vai se tornar um milionário porque gosta de trabalhar com informática? Não é isso.

Estou falando é que no exemplo que você deu: “professor de cursinho de informática que esta cursando mestrado e tem baixa remuneração” . Já parou pra pensar que ele pode ser feliz no que ele faz e que não é peso nenhum “estudar” pois é algo pra ele faz por amor e faz extremamente motivado. Acredito sinceramente que o nosso “professor” do exemplo que hoje ensina em um curso básico de informática, mas que esta diligentemente se aperfeiçoando vai conseguir oportunidades melhores no mercado e conseguir exercer sua profissão com qualidade e satisfação.


#5

Mais ainda … esse professor pode decidir a própria escola de informática e cursos profissionalizantes


#6

Interessante. Todo novato na área que conheço sonha por um emprego em que ele possa ser exigido ao máximo para assim ganhar experiência/confiança rápido.


#7

@javaflex, todos que participam no GUJ

Se é verdade o que o javaflex falou, ou seja, se é verdade que são prostíbulos empresas de TI que não são do nível da Microsoft, Oracle, Google ou algo do nível, principalmente consultorias e fábricas, vocês não irão informar o máximo possível de detalhes sobre esses fatos?

Se é verdade que no início é possível se submeter a pedreira pra ganhar experiencia, mas depois é possível buscar trabalho diretamente no negócio/atividade fim, em grandes empresas que podem pagar bem, vocês não irão informar o máximo possível de detalhes sobre esses fatos?


#8

Segue uma tabela pra você ter uma ideia, entendendo que apenas uma média e varia de acordo de região para região e porta da empresa:


#9

Outra informação importante: Para exercer a profissão em T.I não é obrigatório ter formação superior, embora muitas empresas procurem por profissionais formados, mas o que determina mesmo pra ter uma boa colocação no mercado é o nível de conhecimento e experiência, conheço varias pessoas que não tem formação superior e possuem boa colocação no mercado, logo o salário do profissional não é determinado pela quantidade de diplomas, mas essencialmente pela nível de experiência e conhecimento.

Então na pratica não vai funcionar muito bem o raciocínio: profissional X com um curso superior salário de R$ 1.000,00, profissional Y com curso superior e Pos graduação salário R$ 2.000,00 etc… Na vida real você pode encontrar um cara com uma graduação ganhando mais do que outro com um mestrado.

Uma sugestão, entre em um curso pela internet ou presencial, digamos um curso de algoritmo, caso você goste e se identifique é um bom sinal que pode ser uma boa escolha pra você.

Eu recomendo esse curso que tem certificado e tudo mais e é de graça:


#10

@andrebmarinho

Muito obrigado, abraços!


#11

@javaflex

Foi você quem disse o que eu citei acima.

Você não irá informar o máximo possível de detalhes sobre as empresas de TI que são prostíbulos, principalmente consultorias e fábricas?


#12

Não é o tamanho da empresa que importa, e sim o seu modelo de negócio. Empresas B2B tendem a investir mais em marketing e vendas, nisso TI costuma ficar em segundo plano.

É claro que, a Oracle por exemplo, pode até pagar salário de p*** de luxo para alguns dos seus programadores mais importantes. Mas por ser uma empresa B2B, marketing e vendas sempre será mais importante que programação, e portanto vai liderar os maiores salários da empresa (comparado com outros setores como engenharia, por exemplo).


#13

@pfk66

Eu apenas citei várias vezes o que o javaflex falou, será que ele está errado?

Irei citar novamente o que ele falou:

"Se ainda continua com medo e sem motivação pra essa área, não entre mesmo, não jogue seu dinheiro fora.

Isso tudo depende mais da empresa do que do cargo. Se não for pra ser funcionário direto da Microsoft, Oracle, Google ou algo do nível, evite empresas de TI, principalmente consultorias e fábricas, que são prostíbulos."

@pfk66

Enquanto que o javaflex diz que são prostíbulos as empresas de TI que não são do nível da Microsoft, Oracle, Google ou algo do nível, você diz que não importa o tamanho da empresa.

Qual é a resposta que está realmente correta?

Ou nenhum dos dois está correto?

Se existe resposta para isso que é realmente correta, qual é essa resposta e qual é a GARANTIA que prova que essa resposta está realmente correta?


#14

Estão todos errados.


#15

cara, isso que você quer não existe, tudo o que você vai conseguir são opiniões e pontos de vista, uns mais embasados, outros nem tanto, mas no fim das contas são percepções. Como o @javaflex disse, se você não está disposto a correr esse risco, na boa mesmo, não gaste nem seu tempo nem dinheiro. Além do mais, não conheço um único profissional de TI bem sucedido que não tenho varado uma meia dúzia de madrugadas estudando ou trabalhando.


#16

@rmendes08

Eu não disse que eu quero ser profissional de informática bem sucedido sem estudar ou trabalhar.

Eu cito a seguir o que eu falei na primeira e segunda mensagem que coloquei nesse tópico:

@rmendes08

Eu disse na primeira mensagem que eu coloquei nesse tópico que estou com medo de entrar em graduação de informática e me arrepender por causa de muita exigência e salário baixo.

Eu também perguntei nessa mensagem:

"Quais são os cargos de informática que tem média salarial nacional baixa que exigem graduação em informática?

Quais são as graduações de informática que esses cargos exigem?"

Eu falei na segunda mensagem que coloquei nesse tópico que um professor acadêmico de informática me disse que são ruins a maior parte dos salários dos profissionais brasileiros de informática.

Eu li o seguinte conteúdo que informa sobre cargos de informática que tem média salarial muito baixa que exigem graduação:

"Quando você procura um emprego, principalmente no RJ, a exigência “básica” é nível superior, inglês fluente, certificação MCSA, LPIC-2, CCNA, experiência na CLT de no mínimo 2 anos, para analista de suporte nível 1, isso tudo para um salário que gira na média de R$ 1.200,00 a R$1.500,00.

Programador não fica muito atrás disso não, além de pedir conhecimento em 10 linguagens, a média é de R$2.000,00. Acho um absurdo tanto estudo para um valor tão baixo, em outras áreas, estagiário está ganhando mais."

Referência: https://www.vivaolinux.com.br/artigo/O-Mercado-Obscuro-da-TI-Brasileira

Eu também digo que Deus me livre ter toda esta qualificação para ganhar salário muito baixo.

Eu coloquei outras mensagens nesse tópico por causa da resposta do javaflex.

Se eu não fosse tão ignorante, provavelmente eu não teria postado nenhuma mensagem nesse tópico por causa de resposta do javaflex, eu afirmo isso porque você, rmendes08, você disse que não existe resposta que é realmente correta e também disse que não existe GARANTIA que prova que qualquer resposta está realmente correta, você disse que tudo o que eu vou conseguir são opiniões e pontos de vista, uns mais embasados, outros nem tanto, mas no fim das contas são percepções.

Provavelmente eu não continuarei sendo tão ignorante se eu aprender o mínimo que se deve aprender para ser um profissional de informática de nível de graduação (curso superior) ou aprender o mínimo que se deve aprender para ser profissional de informática de nível de ensino médio (curso técnico de nível de ensino médio).


#17

Bom ver que está buscando várias opiniões pra poder tirar suas próprias conclusões. Ninguém é dono da verdade, você tem que pensar na sua vida, no que deseja fazer. Se está assustado com esse mercado, vai amadurecendo outra opção de acordo com suas vocações.


#18

Ok, javaflex

Porque você se recusou de falar o máximo possível de detalhes sobre sua resposta, resposta na qual você disse que são prostíbulos as empresas de TI, principalmente consultorias e fábricas, que não são do nível da Microsoft, Oracle, Google ou algo do nível?


#19

Uma parábola que diz assim: "Existia um príncipe indiano que mandou chamar um grupo de cegos de nascença, reuni-os no pátio do palácio e trouxe um elefante, cada cego apalpou uma parte do elefante: barriga, calda, orelha etc… por fim cada descrevia o elefante conforme sua experiência, um pegou a calda dizia que o elefante parecia com uma vassoura o que apalpou a barriga discordou disse que o elefante parecia com uma panela, entraram numa discussão … "

Na parábola quando o príncipe viu que os cegos não entrariam num acordo falou: “O elefante é um pouco de tudo isso vocês falaram…”

“Tudo isso que cada um de vocês percebeu é só uma parte do elefante. Não devem negar o que os outros perceberam. Deveriam juntar as experiência de todos e tentar imaginar como a parte que cada um apalpou se une com as outras para formar esse todo que é o elefante.”


#20

Você precisa trabalhar esse seu medo porque mesmo se surgir uma oportunidade sussa, ele vai fazer com que perca a vaga para outro candidato. Como falei anteriormente, a maioria dos iniciantes quer ser “exigido” para ganhar experiencia e progredir na carreira rápido. Já pensou consultar com um psicólogo?

Uma outra opção é procurar uma profissão onde a pessoa começa ganhando bem sem ser exigida, mas isso é um pouco mais difícil.